A história do Grupo Paranaense de Comunicação, GRPCOM, tem raízes no início do século 20 e ao longo de 99 anos foi escrita e construída por muitas mãos. Os primeiros veículos do grupo foram o jornal Gazeta do Povo e a RPC, antigo Canal 12. Ambos foram adquiridos pelos empresários Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski, na década de 60. Uma união de sucesso que deu origem ao que hoje é o maior grupo de comunicação do Paraná.

A visão desenvolvimentista, os critérios éticos e o empreendedorismo desses dois empresários transformaram a comunicação no Paraná. Essas qualidades criaram as condições necessárias à liderança e à credibilidade conquistadas por todas as empresas que atualmente integram o GRPCOM. Podemos afirmar, com orgulho, que conhecer a história do GRPCOM é conhecer uma parte significativa da história da comunicação, do desenvolvimento do Paraná e da construção da democracia no Brasil.

- 1919

O jornal Gazeta do Povo é criado por Benjamin Lins e De Plácido e Silva, que lançam sua primeira edição em 3 de fevereiro.

- 1960

O Canal 12 é inaugurado em Curitiba por Nagib Chade.

- 1962

Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski adquirem a Gazeta do Povo.

- 1969

Canal 12 é adquirido por Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski.

- 1976

Canal 12 passa a ser afiliado à Rede Globo, passando a retransmitir a programação total da emissora.

- 1979

Edmundo Lemanski e Francisco Cunha Pereira Filho compram a TV Cultura em Maringá.

- 1980

TV Coroados em Londrina é adquirida pelos empresários Edmundo Lemanski e Francisco Cunha Pereira Filho.

- 1986

Os sócios Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski adquirem a Rádio Metropolitana frequência 98.7, tornando-se um veículo do Sistema Globo de Rádio e passando a se chamar Inter 99, atual 98FM. Sede da emissora funcionava no Edifício Minerva, centro de Curitiba.

- 1988

Implantação da TV Cataratas em Foz do Iguaçu. Sucursal de Cascavel passa a fazer parte da regional de Foz. Rádio 98FM é inaugurada em Curitiba.

- 1993

TV Esplanada, em Ponta Grossa, é adquirida e passa a transmitir a programação da Rede Globo.

- 1996

Os sócios Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski adquirem TV Independência, em Guarapuava, que passa a se chamar TV Guairacá e passa a retransmitir o sinal da então TV Esplanada em Ponta Grossa.

- 1997

Aquisição da TV Imagem de Paranavaí.

- 1999

Os sócios Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski adquirem o Jornal de Londrina.

- 2000


Lançamento da marca corporativa RPC. Criação do Portal Tudo Paraná. Lançamento do jornal Primeira Hora, em Curitiba. Aquisição da TV Oeste em Cascavel. TV Guairacá, em Guarapuava, entra no ar com uma equipe formada por 11 profissionais.

- 2001

É fundado o Instituto RPC (atual Instituto GRPCOM).

- 2005

Portal Tudo Paraná passa a se chamar Onda RPC.

- 2006

Rede Paranaense de Comunicação adquire a Rádio Globo FM, atual Mundo Livre FM. Onda RPC se torna Portal RPC.

- 2007

Criada a área de eventos: RPCPROMO.

- 2008

Lançamento da rádio Mundo Livre FM. RPC TV é a primeira emissora do sul do país a implantar tecnologia digital.

- 2009

Cada veículo passa a ter seu próprio portal de conteúdo.

- 2010

Reposicionamento da marca do grupo para GRPCOM. Lançamento da Gazeta Maringá, primeiro jornal só no digital.

- 2011

Aquisição da rádio Cultura FM de Maringá, do jornal Tribuna e do portal de notícias Paraná Online. Lançamento do canal a cabo ÓTV.

- 2012

Lançamento da Unidade Móvel de Alta Definição, HDView.

- 2013

Lançamento da Zaag, agência especializada em marketing promocional.

- 2014

A rádio Cultura FM de Maringá passa a operar como rádio Mundo Livre FM. Gazeta Maringá passa a atuar como sucursal da Gazeta do Povo.

- 2016

Paraná Online passa a integrar a plataforma digital da Tribuna.

- 2017

Gazeta do Povo passa a ser um jornal totalmente digital, com uma edição impressa semanal.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.